Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

domingo, 23 de março de 2008

Silêncio

A voz do silêncio vale mais que ouro... pois com ela falamos directamente ao nosso coração... do nosso próprio coração e do coração de quem nos rodeia!


Hermínia Nadais

Sem comentários: