Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

terça-feira, 27 de maio de 2008

VIVER!



Viver é ser livre
olhar o mundo
com alegria e amor
descobrir
a beleza da erva rasteira
ou da flor
da nuvem que flutua no espaço
ou da água fresca
que consola a terra...
É olhar o infinito
e buscar no silêncio
momentos de paz...
É correr constantemente
pelo espaço do ser
na quietude harmoniosa
do tempo
e crescer
sem peso nem medida
nas alegrias ou tristezas
alternadas
no decorrer da lida.

2008/05/11 – 23.34h
Hermínia Nadais

5 comentários:

JOY disse...

Olá Herminia


Se me permite esta próximidade , antes de mais agradecer a sua visita ao meu espaço,vim conhecer o seu e gostei,prometo que sempre que tiver oportunidade aqui virei, quando lhe aptecer apareça que é muito bem vinda.

Abraço forte
Joy

Cöllyßry disse...

Querida beleza em palavras feito poema...Vida

Terno meu beijo

yaleo disse...

Maravilhoso como sempre.
Um beijo amiga

suruka disse...

Agarra a vida que tens
com toda a força do querer
canta um hino á vida,
que vale a pena viver!
Viver Viver Viver!

(extracto de uma canção minha)
bj

Hermínia Nadais disse...

Obrigada pela visita e coment�rio desse hino t�o maravilhoso!...
Que bom seria se, em vez dos queixumes pelas aprendizagens dolorosas, todos cant�ssemos, assim, um hino � vida.
Bjo