Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

ELOGIOS... OU SILÊNCIOS

Quando não encontrares forma de poder elogiar uma pessoa, evita falar nela, pois ninguém tem o direito de denegrir a imagem de quem quer que seja.

8 comentários:

CAMINHANTE disse...

Olá Herminia
Que palavras sensatas. Quando não se elogiar, também não se critique.
Em vez disso olhemos para o nosso interior.
Minha amiga obrigado pelas palavras tão belas com que comentou o meu post.
Nada acontece por acaso e o Mestre sabe encaminhar-nos as pessoas certas, também agradeço tê-la como amiga.
Um beijo e um abraço fraterno
Caminhante

Gilbamar disse...

Conselho muito bem dito, querida amiga Hermínia. Melhor calar do que ser inoportuno e seguir em frente, deixando que todos façam o mesmo.

Abraços fraternos.

impulsos disse...

Esta foi a coisa mais acertada que li nos últimos tempos.
Verdadeiro.

Muito bom pensamento!

Beijo

Agulheta disse...

Olá amiga. Belo conselho,pois deviam todos tentar fazer o mesmo,cada um sabe o que sabe.
Beijinho bom fim semana

Angel of Light disse...

Linda irmã de Luz!

Não há nada como o silêncio, mesmo em forma de elogio. Quantas vezes um sorriso não vale mais do que mil palavras de elogio?

Cobro-a de luzinhas de cor rosa!

Beijinhos de Amor, Paz e Luz!

yaleo disse...

Grande verdade.
Um beijo grande*****

Multiolhares disse...

è verdade e existem seres que gostam de o fazer, infelizmente.
beijos

José disse...

Olá,

Então e bater ?
Pode-se bater ?
É que às vezes dá vontade...

Parabéns pelos excelentes textos.

Cumprimentos,

José