Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

A CULTURA DO AMOR

Amar
não é gostar de alguém
é algo mais
onde há comportamentos tais
que grande parte das pessoas
não os têm.

Amar
é procurar
que o outro cresça,
seja feliz
e se sinta realizado,
é esquecer-se de si
e pensar no “ser amado”,
é compreender,
perdoar,
pedir perdão,
aceitar o defeito do irmão,
e tentar viver, assim,
na paz do coração.

13 comentários:

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Olá querida Hermínia

Depois das mini-férias (que foram excelentes) e com as baterias recarregadas, estou de regresso. E, de novo, visito o teu blogue, que continua em grande forma. Uma vez mais, muitos parabéns! Espero que também voltes ao www.aminhatravessadoferreira.blogspot.com, que, como sabes, é o meu novo. Já tenho saudades de ti e das tuas visitas. Obrigado.

Qjs Abs

hantferreira@gmail.com

Caminhnate disse...

Olá Hermínia.
Amar é isso mesmo, parece ser tão fácil, mas exige muito das pessoas.
E por vezes achamo-nos donos da razão e não temos "olhos" para ver o quão fácil é Amar
Um abraço fraterno
Caminhante

impulsos disse...

Quanta verdade na mensagem do poema.
Muito bom!

Beijo

carcouvilacha disse...

Amiga Herminia.
Gosto muito deste poema e de tudo quanto tenho lido e visto em todo o seu blog.
Um abraço

Jacky - Tudo posso realizar!!!! disse...

Olá Hermínia, como sempre adoro seus poemas... Lindos, tomarei a liberdade novamente de copiar um e colar em meu blog, pois tem muito a ver comigo.
Bjos e até mais.

Agulheta disse...

Hermínia. Amar é tudo isso que diz o poema,é muito lindo quando esse amor é sadio e transparente como águas cristalinas.
Beijinho Lisa

MADRUGADA... disse...

Olá Herminia. Que bela definição do que é amar. Pena é que por vezes andemos perdidos, sem sequer nos sabermos amar a nós próprios.

Cumprimentos.

Vieira Calado disse...

De acordo.
Mas há tantas formas de amar...

Cumprimentos

Filó disse...

Olá Herminia!!Que inspiração...deveria pensar em publicar as suas poesias.São tão bonitas...beijinhos

Ana

D.Ramírez disse...

Amar é estar aqui postando e consruindo amizades infinitas tbm né...adorei o texto

Gilbamar disse...

Ah o amor! É lindo de se ter, gostoso de se dar, emocionante de se ler.

Seu poema, Hermínia, é um doce e singelo retrato da alma do amor.

Abraços poéticos do amigo Gilbamar.

Linda disse...

Que bonita mensagem Hermínia...

É pena que a esmagadora maioria tudo faça para que não se torne realidade...

Gostei muito

Beijinhos

Linda

Ricardo Tavares disse...

Gostei muito deste poema e da completa ausência de egoísmo mostrada!