Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

VAIVÉM

A vida é um vaivém constante
e eu amo a vida
nesse constante vaivém
só ou acompanhada
com espaço ou amalgamada
com passos distorcidos
e momentos entorpecidos
por entre alegrias e consolações
minutos de prazer e horas de confusões.

Mas tenho de convir
sem dúvida que me pareça
que o “estar só e acompanhada”
como estou
sem nada de mal que me aconteça
me sossega o coração dentro da alma
pois me transmite harmonia paz e calma.

Hermínia Nadais

7 comentários:

Maria Jose disse...

Nesse VAIVÉM constante
É que a Hermínia, preenche a vida
Nem sente o tempo a passar
Porque anda entretida

O " Estar Só e Acompanhada "
É uma grande questão
É não sentir-se sòzinha
Quando não tem ninguém à beirinha
Porque vive com o AMOR, no coração

Bjs.
Maria José

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Que delícia de texto, Hermínia! Eu encontro a paz aqui, aquela sensação gostosa lá na alma!
beijos e borboleteios

D.Ramírez disse...

Lindo texto e verdadeiro.
Amei;)
Besos

suruka disse...

Olá
Como sempre escreves com a
força da verdade.

bj

suruka disse...

Olá
Como sempre escreves com a
força da verdade.

bj

suruka disse...

Olá
Como sempre escreves com a
força da verdade.

bj

suruka disse...

Olá

E todos nós embarcados no vai vem

Sentidas suas palavras.