Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

domingo, 12 de abril de 2009

FELIZ PÁSCOA


Feliz Páscoa
para todos
principalmente
para os que
aconchego mais
dentro do meu
coração...

Que a Páscoa seja
cheia de sorrisos
repleta de amor
com mimos de ternura
laços de amizade
torrentes de ventura
lufadas de alegria
brisas de harmonia
faróis de esperança
montanhas de confiança
searas de carinho
no Coração Doce de Jesus
a nossa Verdade
Vida Caminho
Consolação e luz!

5 comentários:

Menina do Rio disse...

Apesar de ja estar terminando a semana santa, deixo-te aqui os meus votos de uma nova e feliz semana.

Já tb sentia falta de vir aqui. As vezes não consigo visitar aos amigos com mais frequencia.

Um beijo de amizade, minha querida

Nilson Barcelli disse...

Cara amiga, chego atrasado para te desejar Feliz Páscoa (espero que tenha sido boa...).
Mas ainda a tempo de ler um belo poema. gostei imenso das tuas palavras.
Beijo.

Entre "aspas" disse...

Apesar da falta de tempo e de lhe agradecer o seu comentário deixado no meu humilde espaço, realço que tem sempre a porta aberta...
Apesar de ter passado a época Pascoal desejo-lhe os votos de uma boa semana e continuação de reflexão sobre o mundo atroz em que vivemos.
Bjs Zita

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Olá Herminiazita

Antes do mais. Estavas a lamentar-te e afinal já lá estás no gang dos que me perseguem.. Muitíssimo obrigado. Não custa nada, como viste.

Depois - os versos. Como sabes, eu sou mais prosa... Mas, por vezes arrisco-me... Normalmente, dá bota. Mesmo assim

Hermínia, só os teus poemas
(não te doa a mão, não tremas)
levam a que um cepo, como eu,
me sinta um admirador teu;
o que me obriga a escrever
uns versos para - esquecer...

Que isto de saber rimar
aqui ou noutro lugar
é genial, é uma arte
é lamento de quem parte
é sorriso que quem ama
é um enredo, uma trama.

Versejar não é pra gente
como eu, que de repente
me meto em vielas tortas...
mas creio que não te importas
de me aturar - um Ferreira
que é burro de qualquer maneira!

Desculpa o mau jeito, mas eu sou assim, maluco de todo. Espero que voltes depressa à Minha Travessa e convides os teus Amigalhaços a irem até lá e inscreverem-se na quadrilha que me persegue. hahahahahahahaha

Qjs

Iana disse...

Cara amiga

É bom voltar aqui
poder ler-te e admirar sua
escrita...

Um final de semana lindo
beijos da rosa amiga
Iana!!!