Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

domingo, 27 de setembro de 2009

Cruzar dois mundos


Cruzar dois mundos
é viver na cruz.
Casar dois mundos
é viver na dor.
Descobrir de dois mundos
o que em cada mundo
pode ser cruzado
é o trabalho mais difícil
que alguma vez
pode ser efectuado.
E quando num dos mundos
não há sinceridade
o outro mundo
esbarra na maldade
arrasante da ilusão
que faz cada dia
em pedaços
a vida a alma e o coração.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Faz tempo



Faz tempo
Que o tempo não me dá
Uma noite sem sono,
Uma noite de silêncio e paz
Que me abrase a alma
Encha o coração
E dê alento à vida!

Pedaço de vida... tão só...
E tão maravilhosamente
Acompanhada,
Onde a ternura do Amor
Envolva todo o meu ser
Num luminoso sol
De felicidade
Que me faça lembrar
Outras noites de ventura.

Hoje, neste momento...
Não sei porquê...
Eu não sei porque
Me apetece
Viver tão intensamente
Esta noite!...

Talvez...
Talvez porque
Mais do que nunca,
Tenho sede de viver
E uma vontade imensa
De Te(me) abraçar
Sofregamente!

Assim enlevada
No meio de tanta tortura
Sentida...
Esta noite
Encantada
Parece mais um dos milagres
Daquele AMOR
Que me preenche
Tão docemente a vida.

Para quando… meu AMOR!...
Uma outra noite assim vivida!...

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

GRANDEZA E PEQUENEZ


É na grandeza das pessoas que me rodeiam que vejo a minha imensa pequenez e sinto a necessidade de crescer muito mais na vida!