Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

A revisão do dia!



Mais uma quinta feira com tudo o que representa para os membros do Movimento dos Cursilhos de Cristandade.
Pela Missão 2010 foi-nos concedido, durante o mês de Setembro, abrir as portas dos nossos encontros semanais à comunidade, ocasião oportuna para irmos mais fundo e mais além!
Neste contexto, sonhando com o encontro realizado no Centro Social Paroquial de Cepelos, o dia foi curto e cheio de encanto. O princípio da noite… por entre cânticos e palavras de vida… beijos e abraços… passou mais rápido que um falcão acelerado.
Os acontecimentos circundantes da família mais alargada nem sempre trazem as melhores novidades, coisas da vida que temos de ponderar para a melhor resolução. Afinal, se não fosse a indesejada alternância entre momentos de aflição e tranquilidade… a monotonia da vida estagnava o crescimento do ser… e tirava-nos a possibilidade de nos pudermos aventurar a voar cada vez mais alto - como o Fernão Capelo Gaivota.
Afligem-me as pessoas ávidas do ter, esquecidas de que o seu mundo não acaba aqui. A maior riqueza não é ter muito, mas precisar de pouco! Aliás… de que vale passar a vida a atropelar tudo e todos por mais meia dúzia de tostões… se todos acabámos com o corpo desligado do espírito… e sepultado ou perdido… algures… para voltar ao pó de onde veio… desprovido de qualquer riqueza?!...
O espírito, sim! O nosso espírito a que chamamos alma, o mais importante porque invisível aos olhos, precisa de se fazer acompanhar de desprendimento e boas obras, comportamentos que perfazem o sentimento que encerra a palavra AMOR . Sejamos pródigos para com ele.
Amemos, indefinidamente, as pessoas amigas ou as antipáticas, certos de que, a pobreza extrema destas últimas, faz com que sejam elas as que mais precisam de nós, da nossa compreensão, amor e perdão.
Maninho e manas… eu tenho muito orgulho de vocês!

2010/09/10 – 02.25h

Sem comentários: