Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

quinta-feira, 8 de março de 2012

OITO DE MARÇO DE 2012



O mês de Março é muito especial …
e tanto… que em todo o ano
do princípio até o seu final
não conseguimos encontrar um outro mês
que de qualquer forma lhe possa ser igual!

Além de muitas celebrações queridas demais,
o dia oito é dedicado à mulher
e o dezanove dedicado aos pais.

O dia da mulher ou o dos pais
na realidade,
não podem resumir-se a um só dia
mas celebrar-se em cada dia, na verdade!

A MULHER e o HOMEM
são seres complexos e complementares
tão grandes que não há neles comparação
com qualquer outro ser da criação…
mas só serão felizes
se sem arrogância ou altivez
olharem na mesma direção
partilhando alegrias, tristezas,  sucessos e afazeres
caminhando unidos mão na mão
cada qual como conseguir
prontos para subir a montanha e crescer
bem por dentro da vida a florescer
com toda a força de vontade
todo o amor e todo o querer
toda a coragem de avançar e de vencer
com alegria agrado e emoção
sem medo dos fracassos nem orgulho dos sucessos
mas com simplicidade
cumplicidade
e mútua doação
com toda a calma e toda a alma
 todo o afeto carinho e emoção
toda a garra toda a farra e todo o ardor
que possa animar e dar alento e mais calor
ao mais profundo sentir de cada coração…

 Neste mundo louco e sedento de louvor
de importância, superioridade, e maldizer
em que ninguém quer assumir suas fraquezas
temos que dar a cada ser o seu valor
na partilha de trabalhos direitos e deveres
no compromisso assumido e respeitado
na aceitação mútua e estudo partilhado…
para que o mundo possa sair da confusão
e a discórdia se transformar em união
a solidariedade não ser mera ilusão
o amor uma mentira e utopia
e grande parte dos casamentos
 continuarem como “sóis de pouca dura”
e a Família… que deverá ser de unidade,
responsabilidade, fraternidade e alegria
continuar pelas ruas da amargura
no doloroso viver do dia a dia!

Não!
Não é este exemplo que queremos
deixar aos nossos filhos e netinhos…
Então
de mãos dadas bem unidos lutaremos
tirando de nós o maior bem que todos temos
para que na Família haja mais compreensão
amor, harmonia, miminhos, paz e pão!

Hermínia Nadais

1 comentário:

selma disse...

Amiga,viva intensamente este dia,
Sinta o aroma dos mais variados prefumes,
Muitas flores coloridas para você
Neste dia especial
Parabéns...
Tem mimo para você...
Beijos de luz
http://mariaselmadr.blogspot.com