Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

quinta-feira, 26 de abril de 2012


CRAVOS DE ABRIL!

Não sinto saudosismo nem saudade
Mas algo que para mim é muito mais
São netos e avós filhos e pais
Numa ausência quase total da liberdade!

A anarquia dominou a sociedade
E a luta pelo poder e por ter mais
Roubou ao povo meu tantos ideais
Que meu coração não aguenta a realidade!

Ó gente ousada escolhe o que seguir
E foge do insensato proceder
Que irá levar-te onde não queres ir…

Segue os cravos de Abril gritando ao vento
Que só o altruísmo e o amor podem varrer
Do teu País as sombras do tormento!...

Hermínia Nadais


terça-feira, 17 de abril de 2012

Vida!...



  
Tantas mágoas sentidas
nas agruras das vidas!
São aprendizagens que teremos que aproveitar
para nos sentirmos
cada vez mais realizados e felizes.
Felizes?...
Quando se fala em felicidade,
o coração pula de alegria,
pois mesmo consciente
de que neste mundo é uma utopia,
a verdadeira alegria
existirá em plenitude,
um dia,
quando os ventos
já não nos chocarem os sentidos
nem as chuvas
nos encharcarem os cabelos
quando,
leves como penas planando na atmosfera
o Senhor dos senhores
nos arrebatar deste mundo encantador
para aquele local extasiante
que exatamente ninguém conhece
mas todos aspiramos habitar
um dia
saboreando plenamente o AMOR!

Hermínia Nadais

sábado, 7 de abril de 2012

PÁSCOA/PASSAGEM


DEUS É AMOR, É MISERICÓRDIA E PERDÃO!
E no Seu insondável SER, ama o homem tão infinitamente que está sempre pronto a, com os seus braços amorosos e o maior carinho, levantá-lo do desespero e a conduzi-lo ao caminho da felicidade - a Páscoa, o AMOR. 
O homem não pode ser inimigo do homem, porque todo o homem foi criado para o mesmo fim – o AMOR. Quando o homem fala em vencer o inimigo, o único inimigo do homem é o desamor ou pecado, o seu pecado, o abandono consciente e consentido do caminho que deve seguir que é,  simplesmente, AMAR, com todas as forças de que for capaz e com todas as implicações que a palavra encerra.
Santa Páscoa, com uma autêntica mudança de rumo de vida na busca do verdadeiro AMOR!

Hermínia Nadais

segunda-feira, 2 de abril de 2012

TERNO AMANHECER


Nos momentos altos de um terno amanhecer
com as mais intensas vozes do silêncio que inebria 
num grito mudo mas repleto de todas as forças do meu ser
para todos os lados eu repito: Bom dia!

Bom dia ria, bom dia, bom dia!
Bom dia nuvens que me encobris o sol
Bom dia traineiras que descansais
dormindo calmamente
atracadas ao cais
Bom dia pescadores que transportais
baldinhos de marisco e peixe fresco
para fora dos areais.

Bom dia águas mansas que povoais
o espaço que deslumbra os meus olhos mortais
Bom dia carrinhas refrigerantes que esperais
no cais
as traineiras regressadas da pesca
aqui da ria
onde o peixe de água doce nos cheira a maresia.
Bom dia Natureza!”
Bom dia! Bom dia!… Muito bom dia!

Hermínia Nadais