Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

terça-feira, 14 de agosto de 2012

O fenómeno da (e)migração!

 
Hoje, o Santuário de Fátima viveu mais uma peregrinação dedicada ao Emigrante.
A (e)migração existe desde os primórdios da sociedade, desde os tempos mais remotos de que há notícia!
Desde sempre existiram pessoas a abandonar as suas terras para fugir de situações más ou na busca de melhor vida, que têm de ser lembradas nas suas terras de origem com Amor e acolhidas nas terras que as recebem também com compreensão e Amor! 
O fenómeno da (e)migração, para produzir bons frutos, tem de estar enraizado no Amor, que é um desafio à Evangelização ou vivência ao jeito de Jesus Cristo, e será tanto mais quanto maior for a medida em que os cristãos conseguirem marcar a sua diferença em relação aos demais cidadãos, levando nas suas bagagens a Fé verdadeira para a transmitir às pessoas com quem vai conviver, principalmente se forem da Europa, tremendamente doente nos seus princípios e injustiças laborais e sociais.
As injustiças acabarão quando Deus for tudo na vida das pessoas, por se saberem e sentirem amadas por ELE em todos os momentos das suas vidas, oferecidas a Deus sem medo, tal como outrora izeram os pequeninos pastores de Fátima que tão bem nos servem de exemplo de coragem e ligação a Deus e aos homens.
Os Pastorinhos, com toda a fortaleza, viveram intensamente o Amor sem peso nem medida! 
O Amor leva à derrota, à derrota de tudo quanto é mal: inveja, ódio, incompreensões, egoísmos, mentiras, falsos testemunhos, soberba, avareza, impureza... sei lá que mais, são tantas coisas que não dá para enumerar!
Deste modo, poderemos afirmar que o Amor é a síntese do Evangelho de Jesus Cristo, que se revela na responsabilidade que cada pessoa tem com as pessoas  com que se cruze na vida, e que, por isso, leva à derrota de tudo quanto for contra a felicidade e bem-estar dessas mesmas pessoas.
Quando a verdadeiro AMOR comandar todas as vidas, a terra ficará transformada em céu, porque o céu é Deus e Deus é AMOR!
Amemos!

Hermínia Nadais

Sem comentários: