Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

sexta-feira, 26 de abril de 2013

SER LIVRE



Ser livre é ser
como
a pomba a voar,
o pássaro a cantar,
a árvore a crescer,
a água a correr,
a folha a baloiçar,
o vento a assobiar
e a semente a nascer.


Ser livre é ser
como toda a natureza
mostrando sua beleza
seu encanto sem igual!...

Ser livre é ser
como sonhos irreais
com encantos sorriais
que nunca podemos ter...

Ser livre é ser
como é uma criança
que com toda a confiança
se atira aos braços da mãe...

Ser livre é ser
amigo de toda a gente
próxima ou mesmo ausente
e nunca prejudicar...
é perdoar quando ofendido
e ver no outro um amigo
custe isso o que custar!...

Hermínia Nadais

sábado, 13 de abril de 2013

EU TENHO…




Eu tenho canseira e sono
eu estou relada
eu estou desfeita
eu estou esmagada
abalada
torturada
e abatida
por tantas contrariedades
que me torturam a vida.

Eu tenho muito que fazer
que andar
que falar
que calar
e que dizer.

Eu tenho muito que aprender
a bem rodar
no incessante decorrer
dos dias
para me livrar
o mais que eu puder
de trabalhos
canseiras
desilusões
ilusões
e arrelias.

Eu tenho muito que aprender
a crescer
a diminuir
a aumentar o meu jeito normal de ser
chorar e rir
sem confundir
desesperos e algo mais
que me obrigue a passar
os meus dias todos a dar ais.

Eu tenho muito que encontrar
por longe ou perto
no meio da multidão
ou no deserto
para escolher o caminho por onde ir
e não tropeçar
nos percalços que encontrar
por onde for permitido eu seguir.

Eu tenho muito que esperar
sem arrelia
para encontrar a razão de compreender
tudo o que acontecer
no dia a dia.

Eu tenho muito que ser
que dar
que ter
que repartir
que amadurecer
chorar ou rir
e sempre cumprir
o melhor que eu possa e conseguir
o meu dever
para não ter de carregar
eternamente
a ânsia amarga de não saber viver.

sábado, 6 de abril de 2013

Tempo... de mudança


Quem eu fui eu já não sou
quem eu sou não quero ser
num rodar firme e constante
quero aprender a viver!