Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

domingo, 16 de agosto de 2015

NA BUSCA DE MIM




Procuro-me
na aspereza dos segundos
no lento desenrolar dos dias
e encontro-me
na calma sensatez do tempo
no maravilhoso encanto
da vida!
Que sempre sejas louvado,
meu Deus!

Hermínia Nadais

1 comentário:

Silenciosamente ouvindo... disse...

A busca permanente que há em nós.
Gostei, amiga.
É sereno.
Bjs.
Irene Alves