Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

terça-feira, 26 de junho de 2018

ATÉ QUANDO?



Não sei que diga do tempo
que ao meu tempo
tempo dá
está instável por demais
dando voltinhas a mais
enquanto sem parar
 vai passando
vai passando
para nunca mais voltar!
Até quando?

Hermínia Nadais

Sem comentários: