Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

LONGE DO MEU CANTO


Longe do meu canto
e no canto do meu sonho
sonho encantada com tudo o que sonhei
não escuto nada
mas sei que me encontrei
enamorada de Alguém que por encanto
me ama por demais e eu amo tanto!

5 comentários:

•.¸¸.ஐBruneLLa Tigress disse...

*-*
tão lindo!!!

beijos e borboleteios

Menina do Rio disse...

E o que mais importa? É lindo esse amor!

Um beijo, querida

Apenas eu disse...

Quanta beleza por aqui espalhada!

De quem sabe do que fala.

Gostei muito do seu blog.

Beijo

Filó e Ana disse...

Olá!!Já não passava aqui a alguns dias e como sempre a Herminia a escrever tão bem. A Fé dá muita inspiração....Muito Obrigada pelo tão querido comentário.
Beijinhos!!

Ana

Serjones disse...

amar e ser amado é bom demais!