Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

quarta-feira, 18 de março de 2009

A CIVILIZAÇÃO DO AMOR


Sonhei com o HOMEM! Não com o que cruzamos na esquina, mas com o HOMEM... Humanidade.
Perplexa.... olhei ao redor! Era um HOMEM abismal... mais que gigante!!!...
Nele incarnada, minúscula, perdida algures... entre um sem número de seres minúsculos como eu, deambulávamos nos turbilhões da vida... enquanto a vida nos rodeava de confusões. Aos poucos... fomos descobrindo que os carinhos mútuos nos enchiam de sorrisos, nos recuperavam os ânimos e tornavam mais felizes os dias!
Tentamos sorrir... sonhar... partilhar... voar nas asas da esperança!
Uma auréola dourada abraçou-nos ternamente.
Que maravilha!... Finalmente... estava restaurada, na Humanidade, a civilização do amor.

5 comentários:

yaleo disse...

Que beleza esse sonho*
Um beijo e bom fim de seman*

Jacky - Simples assim!!! disse...

lindo Herminia...
Feliz dia do BLOGUEIRO!!!!!!!!!!!!

Maria Filomena e Ana Paula Lorvão disse...

Olá Herminia!! Está tudo bem? O tempo é sempre pouco mas tirei um bocadinho para lhe entregar este comunicado!!Gostava que pudesse ver.
Tenho sempre que posso vindo ao seu lindo blog. Sempre muito verdadeiro ...Beijinhos


NA RTP MADEIRA E RTP INTERNACIONAL NO PROGRAMA ATLÂNTIDA VÃO ESTAR AS NOSSAS BONECAS !
SE PUDER VER INFORMAMOS QUE SERÁ EMITIDO NO DIA 28 DE MARÇO ÁS 16H30
LINK DO PROGRAMA-


http://tv1.rtp.pt/programas-rtp/index.php?p_id=16251&e_id=&c_id=4&dif=tv

DE-PROPOSITO disse...

a civilização do amor.
-----------
tudo é amor.
--------
Felicidades.
Manuel

Mariz disse...

Querida amiga

Isso é que foi um sonho e tanto!!!
Que todos pudessem sonhar assim...o mundo seria então...de sonho!

Vim desejar uma Santa e Feliz Páscoa, porque vou descer até ás minhas cinzas neste tempo para poder (re)VIVER mais um pouco depois.

Deixo um frasquinho com óleo de Jasmim, para purificar e um abraço apertado

Sempre...
Mariz