Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

domingo, 27 de dezembro de 2009

Será que isto é Natal?


SERÁ QUE ISTO É NATAL?


Uma forte onda de frio vai cobrindo este recanto da Terra.
As nuvens cinzentas escondem dos olhos o sorriso do Sol deixando-nos nostálgicos os sorrisos.
Atrofiados pela extensão das noites os dias aquietam a vida.
Por mais que as lanternas queiram substituir a luz do Luar e o brilho das Estrelas, andamos envoltos nas trevas.
Entoam-se cânticos evocando a “Luz de Belém”! Entretanto o “Deus Menino” foge ao ruído ensurdecedor, deixa pelo espaço desejos de encontro e refugia-se bem no fundo de todos os corações desencontrados que buscam desalmadamente a paz por que tanto anseiam.
Será que isto é Natal?

2009/12/27 – 17.00h

6 comentários:

Maria Filomena e Ana Paula Lorvão disse...

Que este ano traga a realização de todos os seus sonhos.

Feliz Ano 2010

Edson Carmo disse...

Para a sua análise:

Natal significa o nascimento de Jesus. Mas quem é Jesus? Você sabe quem é Jesus?

Essa é uma pergunta que tem sido feita e também respondida por mais de dois mil anos. Mas será que a resposta a esta pergunta é correta?

Muitos acreditam apenas em uma metade de Jesus. Por exemplo: os Judeus só podiam acreditar que Jesus era homem. Já os Cristãos só podiam acreditar que Ele era apenas Deus.

Quem é Jesus? Deus ou Homem?

Os Cristãos não querem ver Jesus como alguém que fôra homem de carne e osso – homem como qualquer outro.

Se os Cristãos admitirem isso, então terão que serem perfeitos como Ele – sem pecado. Por isso os Cristãos só querem ver a Divindade de Jesus, para poderem justificar seus pecados com a seguinte desculpa: “mas Jesus era Deus.”

Já os Judeus não querem acreditar em Jesus como Deus, como Luz, como Verdade...

Se os Judeus admitissem isso, então eles teriam que abandonar as suas tradições.

Quem é de fato capaz de acreditar em Jesus em sua totalidade?

Conclusão:

Quem não é capaz de receber Jesus em sua totalidade, também não é capaz de transformar-se. Se não sou capaz de acreditar que um homem pode ser Divino, como posso ser igual imitador de Cristo? Como poderei curar o enfermo? Como poderei repreender demônios? Como posso ser santo? Como poderei ressuscitar dentre os mortos? ...

Jesus ao mesmo tempo é Homem e Cristo, e nunca negou isso. Daí a bíblia registrar diversas vezes sua afirmação: “Eu sou o filho do Homem” e também “Eu sou o filho de Deus.”

Lembre-se, a contradição não está em Jesus, no Cristo. A contradição está na mente do homem perdido.

Edson Carmo

Vieira Calado disse...

Bem, amiga...

O Natal já lá vai!

Desejo-lhe um BOM ANO de 2010.

Beijinho

yaleo disse...

Natal já passou, mas Natal é tudo o que quiseres.
Um beijo grande****

Tia_Cunhada disse...

Natal é esperança... também!

Um grande beijinho nesta minha primeira visita de 2010.

Anónimo disse...

http://yaleo.blogs.sapo.pt/

Olá
Participa no maior poema da cidade:)
beijinhos