Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

sábado, 3 de julho de 2010

Humanizemo-nos!


Humanizemo-nos!
Nascemos para o amor!
Seja qual for o credo que professemos ou mesmo não professando credo algum, se formos verdadeiramente Homens/Mulheres, seres humanos completos, viveremos no amor de Deus, com Deus e para Deus.

Sem comentários: