Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

domingo, 18 de julho de 2010

POESIA NA VIDA


A vida tem alegria e tristeza
escuridão e luz
que umas vezes amargura
e outras nos seduz...
e na sua inquietude ou harmonia
terá que ser enamorada
e bem abraçada noite e dia...
para que possa, assim
ser transformada
em delicada e eterna poesia.

2 comentários:

Eliezer J.Santos disse...

olá hermínia! belo blog. gostei muito da poesia tb. se puder,dá uma passadinha no meu blog,ok?
adorarei sua visita.
grande abraço e sucesso!

Hermínia Nadais disse...

Pena... mas... Não encontrei a página