Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

NO SENTIDO DA VIDA... a espera ou Advento!


O Advento é a espera consciente ou inconsciente de Cristo Vivo, que Maria nos ofertou!
Este termo, habitualmente, aplica-se ao tempo que precede a Festa da Celebração do Natal de Jesus Cristo em que preparamos a celebração de uma festa que, muitas vezes, pelas mais diversas e reconhecidas formas, acaba por ser bastante paganizada.
A verdadeira espera de Jesus Cristo vai-se vivendo e convivendo na vida corrente de cada um, no dia a dia, junto de familiares, amigos, vizinhos novos e antigos, numa disposição permanente de mudança interior de atitudes - Metanoia – conversão,  no sentido de nos prepararmos para a novidade total de Jesus Cristo, o que conseguiremos, não nesta fase terrena da vida, mas no momento de passarmos à outra dimensão dessa mesma vida a que chamamos de eternidade, para a qual a morte física é a única passagem.
A Igreja procura ser Sinal de Cristo no mundo, sinal que nem sempre é o mais perfeito, assim como nem sempre é reconhecido e aceite tal como se nos apresenta: Santo porque Deus é Santo – e pecador porque a humanidade é sempre pecadora mas na busca da santidade para o que foi criada!
O verdadeiro Advento, tempo real da espera da presença real de Jesus Cristo no meio dos homens aconteceu no final do Antigo ou primeiro Testamento. Mas, toda a vida humana é uma verdadeira espera e encontro do homem com Jesus, que só acabará com o encontro definitivo do homem com ELE na eternidade.
Jesus, que reconhecemos vivo e actuante no coração e vida dos crentes, não tem mais corpo físico para sofrer nem pés, mãos ou cabeça para ajudar. Os homens e as mulheres, na actualidade, são o corpo carnal de Cristo sofredor e o corpo carnal do Cristo presente para ajudar os homens e mulheres que necessitam de ajuda.
Nesta forma de pensar, vivemos com Cristo todos os dias, todos os dias esperamos Jesus Cristo e todos os dias devemos ser Jesus Cristo junto dos outros.
Esta é a razão por que chamamos a Igreja de “Corpo Místico de Cristo”. Um corpo formado pela CABEÇA/CORAÇÃO – Jesus Cristo – e com todos os homens unidos a ELE e entre si, como corpo e membros dessa CABEÇA/CORAÇÃO.
Nada disto seria possível sem uma enormíssima dose de AMOR – mas como Jesus é Deus e Deus é AMOR, com ELES tudo é possível.
Confiantes que com o PAI/DEUS, JESUS/FILHO DE DEUS e o ESPÍRITO SANTO DO AMOR DE DEUS  - a Trindade de Deus está presente junto de nós, esperemos ser cada vez mais parecidos com esta Santíssima Família e com ELA ajudarmos a espalhar o verdadeiro AMOR/DEUS pelo mundo.
- Isto é viver num Advento e Natal permanentes. Que o Espírito Santo de AMOR nos ajude a sermos, assim, Advento e Natal!
- Isto é viver num Advento e Natal permanentes. Que o Espírito Santo de AMOR nos ajude a sermos, assim, Advento e Natal!

1 comentário:

• Ӗwerton Ľenildo. disse...

Em Deus está o verdadeiro espírito de Natal. A verdadeira comemoração. (:
Adore ter vindo aqui. Estou seguindo, eis o meu Blog: http://papeldeumlivro.blogspot.com/

Abraços .