Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

NO SENTIDO DA VIDA... quem ama permanece em Deus!

A busca da perfeição tem de ser uma constante em qualquer vida que não queira cair no estagnamento atroz de nada lhe dizer absolutamente nada! Pois, ou procuramos algo que nos oriente e valorize a existência, ou não encontraremos sequer mais razões válidas de querermos existir.
Por muito forte que uma pessoa seja, sempre terá ocasiões em que se sente tão angustiado que o sentir-se no colo de alguém é uma necessidade imperiosa e reconfortante.
É certo de que, quem confia em Deus, tem a certeza de que nunca será abandonada ou abandonado por ELE, mas há momentos que nos parece que até mesmo ELE nos deixa absolutamente sós. E… nessas situações extremas, ou se enraíza mais a confiança ou se entra no desânimo mais baralhado que se possa imaginar. São ocasiões muito difíceis na vida de qualquer pessoa! São os momentos de penumbra sepulcral em que não conseguimos encontrar nada a que nos agarrar porque tudo nos parece impossível… esquecidos de que é nessas situações extremas que DEUS está mais presente que nunca e na enorme maioria das vezes carregando-nos amorosamente no SEU colo!
Penso muitas vezes e muito profundamente no verdadeiro Jesus Cristo que muito tarde descobri. Não naquele Jesus pronto a castigar com a imposição de regras e a ordenação de preceitos a cumprir… mas naquele  Jesus que arranjou forma de perdoarem
 à mulher adúltera, que curou em dia de sábado, que chamou o Zaqueu para dormir aquela noite na sua casa…
Deus é amor! E quem ama permanece em Deus!
Amemos… por muito que custe!

3 comentários:

nacasadorau disse...

Cada um à sua maneira, amando o próximo, permanece na luz e na paz.

Beijinho e bom fim de semana.

Anónimo disse...

Lovely and bodacious beauties that want the big rod!

Fernanda disse...

Obrigada pela sua visita e comentário, amiga.
Beijinho