Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

CONFRONTO



 Viver

é confrontar-se

dia a dia

com amor e dor

trabalho e harmonia

tristeza e alegria



É procurar no silêncio

o encontro com a morte

a toda a hora

porque

é na morte

permanente

que o vigor da vida

mora.

Hermínia Nadais

Sem comentários: