Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

sábado, 4 de outubro de 2014

À BEIRA MAR



 O ruído da água
é ensurdecedor,
e a sirene do farol
está sempre a tocar.
O sítio é bonito e acolhedor
com belezas da terra
e encantos do mar.

Ao longo da costa espraiam-se as rochas
por entre a areia que as acaricia
e todos unidos se beijam e abraçam
deixando no ar cheiro a maresia.

Nas altas marés
quais flores desfolhadas
as ondas quebradas
enchem todo o espaço
e entre o mar e a terra
acaba-se a guerra
com grande aconchego
num profundo abraço!

Caxinas 2014/10/03
Hermínia Nadais

Sem comentários: