Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

Na frescura dos meus anos, vagueio confiante pela estrada do tempo; escrevo, observo e recordo

terça-feira, 26 de junho de 2018

ATÉ QUANDO?



Não sei que diga do tempo
que ao meu tempo
tempo dá
está instável por demais
dando voltinhas a mais
enquanto sem parar
 vai passando
vai passando
para nunca mais voltar!
Até quando?

Hermínia Nadais

segunda-feira, 4 de junho de 2018

CONTRA A CORRENTE!


A vida é como um rio onde a mesma água passa uma única vez.
Na vida, o tempo passa e não volta!
Os segundos sucedem-se, assim como os dias, os meses, os anos!
Sucedem-se... não se repetem!
Os momentos dos tempos, ainda que o pareçam, nunca são iguais.
Num rio sempre passa água... que nunca é a mesma!
Quando o monotonia da vida se arriscar a magoar-nos o coração, lutemos contra a corrente na busca da alegria e ao disposição para que fomos criados!
Não para andar sempre a rir, mas para aceitar os bons e maus momentos como necessários ao nosso crescimento pessoal e humano.
Lutar contra a corrente do mal que nos afasta da felicidade que Deus quer que tenhamos!
Que tenhamos o discernimento de reconhecer e saber escolher o que mais convém ao bem-estar de toda a gente!
Boa semana, com muita coragem e discernimento!
Hermínia Nadais

sábado, 2 de junho de 2018

VALORIZAR A VIDA... TODA!

Rodando por aí vou encontrando novos caminhos na busca de conseguir valorizar cada vez mais a vida!
Difícil! Claro que é difícil, muito embora o não pareça!
Lá diz o velho ditado: ‘Nem tudo o que luz é ouro!’... e  não é mesmo! ‘Nem tudo o que luz é ouro!’
Às vezes é ferro velho pintadinho de fresco que só  serve para nos manchar o corpo e as roupas!
Mas... a nossa obrigação é valorizar... tudo quanto nos rodeia... de modo a ajudar a crescer... conscientes de que cada pessoa cresce do seu jeito ou do jeito  que as circunstâncias da vida a deixam crescer!
E cresce-se, sempre, sempre,
a percorrer
todos os caminhos,
com coragem de ir em frente
sempre, sempre, até... morrer..
rodeada de miminhos!
Bom domingo gente linda,
com tudo quanto for bom,
com muito amor para dar
saído do coração!

Hermínia Nadais

quinta-feira, 31 de maio de 2018

AMAR... EM PLENITUDE!


Amar, é servir, é dar-se, é entregar-se... É, de certo modo, fundir-se com o ser amado. O amor simplesmente humano, nunca passará de uma ilusão.  O amor em plenitude, só será possível, se assente numa profunda intimidade entre o homem e Deus.     
                      
2003/01   01.07 h

Hermínia Nadais

quarta-feira, 30 de maio de 2018

GRANDE COMPLICAÇÃO!...


O amor dos homens é muito pequeno para nele caber o amor de Deus, por isso, o amor de Deus só é possível se os homens se esquecerem do seu próprio amor, se matarem o seu amor próprio, para que, assim, possa enraizar-se neles o Amor de Deus que é, na realidade, “o único” que faz o amor de qualquer homem chegar intacto e sem excepção a todos os outros homens.  

2003/03/07   13.30h

Hermínia Nadais

terça-feira, 29 de maio de 2018

CAIXINHA DE SURPRESAS


O homem, por muito forte e coeso no seu querer e nas suas convicções, é, para si próprio, uma “caixinha de surpresas”, pois nunca saberá ao certo a reacção inesperada que poderá ter perante as dificuldades que surgirem em qualquer momento.                          2002/12/14         02.20h
Hermínia Nadais

domingo, 27 de maio de 2018

Verdadeira Sabedoria


O verdadeiro sábio não é o que se coloca acima dos demais por se julgar detentor de algum saber, é o que se fecha no silêncio do seu nada com os ouvidos do corpo e do coração atentos, abertos e prontos a reconhecer e aceitar os saberes dos outros como um dom oferecido por Deus, interferindo (nas assembleias e não só) apenas na hora certa e na medida adequada às necessidades de momento, de modo a que os intervenientes no processo saiam dele mais enriquecidos pelos ensinamentos do Senhor, presente no mais íntimo dos corações de todos.                  

2003/03/17     09.30h

Hermínia Nadais

segunda-feira, 21 de maio de 2018

Recordando... Miminhos!


QUERIDO!
Eu não me cuido! Cuidas-me. Espevitas-me. Levas-me a fazer coisas que nunca imaginei e a viver como ninguém vive. É por isso que me julgam louca, pois faço o que ninguém é capaz de fazer. Assumo os meus inúmeros erros e avanço presa na Tua mão que os olhos não vêem mas o coração sente.
Vazia de mim… só posso desejar da vida que a preenchas a Teu modo, ‘Tu’!... só ‘Tu’!
2009/10/12 - 17.57h
Hermínia Nadais

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Política




Admiro muito a coragem
Dos políticos, frente a frente,
Discutindo o bom e o mau
Na frente de toda a gente.

Vou ter saudades de ver
Passar na televisão,
Os debates da política
Que me enchem de atenção!

Eu tenho a minha política
Como a têm outros mais,
Mas não sou politiqueira,
Guardo p'ra mim meus ideais

Hermínia Nadais

segunda-feira, 12 de março de 2018

Gaivota da ria



Gaivota malhada
correndo apressada…
elegante senhora
muito assenhorada!

Não tem qualquer medo,
não corre, não espanta,
seu olhar cativo
parece ter esperança
de encontrar algo
ou alguém que perdeu
neste ponto incerto
entre terra e céu.

Um carro se apressa
e ela esvoaça…
ligeira, ela foge
com grande ar de graça!...

E neste recanto
entre a terra e o céu,
vai espreitando a ria
que é o canto seu.

2004/02/01   13.36 h
Hermínia Nadais